Quem tem medo de umbigo?

Quem tem medo de umbigo?

A palavra nem é “medo”. Na verdade, muitas mães têm aflição quando prcisam fazer a higiene do coto umbilical. Fique calma, o umbigo é amigo! (Até rimou). Olha só por que o umbigo é legal:

 

1- Essa gelatina branca se chama Geléia de Wharton e, dentre suas inúmeras funções, serve para proteger os vasos que passam dentro do umbigo e manter a oxigenação adequada do bebê.

2- Por isso que quando tem nós no cordão ou cordão enrolado, o bebê não se prejudica, pois há esse escudo protegendo os vasos.

3- passam 3 vasos (2 artérias e 1 veia) la dentro. Tentem achar os 3, eles vão ficando bem escurinhos com o passar dos dias.

4- O coto umbilical ligava o bebê à placenta e a placenta estava em você. Ou seja, foi por ele que seu corpo mandou nutrientes e oxigênio para o bebê. Foi o elo entre vocês durante muitos meses. Tem como não gostar do umbigo?

 

Se eu já consegui que vocês gostassem do umbigo, agora vamos parar de ter aflição! Quais os medos?

 

1- O bebê sente dor? Não, o coto umbilical é um tecido que já morreu. O bebê se incomoda com o álcool que você usa para limpar, pois é gelado.

2- Vou arrancar esse negócio? Não, o coto é resistente. Conforme você limpa, ele vai se desfazendo e vai cair sozinho. Por limpar tranquila que ele é firme.

3- O umbigo pode ficar por dentro da fralda? Pode. Pode ficar por fora da fralda? Pode.

4- Fica saindo um sanguinho e forma umas casquinhas ao redor. Limpe isso com álcool 70% até não sair mais.

 

E aí, ficaram amigos agora?

 

Dra Vania Gato – pediatra e neonatologista da Lumos Cultural



COMUNICADO IMPORTANTEMensagem às queridas famílias da Lumos.

É com muita alegria que anunciamos que a Lumos virou uma rede! Evoluindo para um atendimento ainda mais acessível, nossa equipe transdisciplinar deixa o endereço atual para atender em vários pontos de encontro presenciais, utilizando também o melhor das ferramentas digitais a fim de aproximar famílias e profissionais de saúde em uma abordagem acolhedora, sensível e atualizada.

A partir de 29 de março, vocês encontrarão os profissionais e o jeito Lumos de atender em diferentes endereços, que divulgaremos nos próximos dias. Os grupos de apoio continuam, como já vem sendo feito há um ano, semanalmente via Zoom para a troca de experiências e descobertas. Assim que possível, os encontros retomarão o formato presencial.

Para o agendamento de consultas, cada profissional terá o seu próprio canal. As informações para contato serão divulgadas muito em breve tanto no site quanto no perfil do Instagram da Lumos. E mais: a Lumos terá profissionais não só na cidade de São Paulo, mas também em outros estados do Brasil!

O que não muda são os princípios e a razão de ser deste que é o resultado de um sonho: oferecer às famílias, mais do que atendimento em saúde, acolhida e suporte.

Seguimos, juntas e prontas, para contar novas histórias em novos espaços! Contem sempre conosco!